Bem-vindo ao Planeta openSUSE

Isto é um agregador de fontes de notícias que coleciona o que os contribuidores do openSUSE estão escrevendo em seus respectivos blogs.

Para ter seu blog adicionado a este agregador, por favor leia as instruções.


Sexta
03 de Julho de 2015


face

LibreOffice Magazine 17

Saiu mais uma revista eletrônica da comunidade brasileira do LibreOffice: LibreOffice Magazine 17. Veja o que foi destaque nessa edição e descubra como baixá-la.

Leia o restante do texto "Lançada LibreOffice Magazine 17 - baixe agora!"

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link: Lançada LibreOffice Magazine 17 – baixe agora!.



Quinta
02 de Julho de 2015


face

Editar arquivos PDF no Linux

Se você está precisando editar arquivos PDF no Linux e não encontra o aplicativo certo para isso, então precisa conhecer e experimentar o Master PDF Editor.

Leia o restante do texto "Editar arquivos PDF no Linux com Master PDF Editor"

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link: Editar arquivos PDF no Linux com Master PDF Editor.



face

navegador PolyBrowser no Linux

Está cansado dos mesmos navegadores e de acessar a Internet sempre do mesmo jeito? Então instale o navegador PolyBrowser no Linux e melhore sua experiência de navegação.

Leia o restante do texto "Como instalar o navegador PolyBrowser no Linux manualmente"

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link: Como instalar o navegador PolyBrowser no Linux manualmente.




Sexta
26 de Junho de 2015


face

Visual Studio Code no Linux

Aproveitando o evento Build 2015, a Microsoft lançou seu novo editor de código multiplataforma, que aliás, possui uma versão para o Linux. Se você ficou curioso para experimentar, veja aqui como instalar o Visual Studio Code no Linux.

Leia o restante do texto "Como instalar o Visual Studio Code no Linux"

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link: Como instalar o Visual Studio Code no Linux.



Quinta
25 de Junho de 2015


face

nucardAcabou de chegar o meu Nubank. O Nubank Mastercard Platinum é um cartão de crédito que esta em evidência e tem uma fila de espera de 70 mil pessoas aguardando Emitido pela administradora de cartões Nubank, apresenta inúmeras vantagens e tem como diferencial controle total e transparência no operação do cartão.

“O cartão da Nubank, startup criada em setembro do ano passado, não tem taxa de anuidade nem tarifas, cobra juros rotativos abaixo da média do mercado – que são os juros cobrados em caso de atraso ou parcelamento da fatura – e é gerenciado por um aplicativo no celular, que oferece informações detalhadas sobre os gastos realizados no plástico.” fonte EXAME.

Vantagens:

  • Juros de 7,7% ao mês em caso de atraso no pagamento ou parcelamento;
  • Bloqueio temporário do cartão via app assim evitando fraude;
  • Transparência na transação em tempo real.


Quarta
24 de Junho de 2015


face

Nas mais diversas situações, me deparei com a necessidade de obter informações sobre o meu notebook e/ou um determinado equipamento. Então fica a dica neste post de alguns comando no terminal do Linux.

# dmidecode -t 1
dmidecode 2.12
SMBIOS entry point at 0x9cebef98
SMBIOS 2.7 present.Handle 0x0001, DMI type 1, 27 bytes
System Information
 Manufacturer: LENOVO
 Product Name: 20349
 Version: Lenovo Y50-70 Touch
 Serial Number: 3575483501912
 UUID: CB654041-3471-E411-B2A0-F0761C27B1DF
 Wake-up Type: Power Switch
 SKU Number: LENOVO_MT_20349_BU_idea_FM_Lenovo Y50-70 Touch
 Family: IDEAPAD

Modelo do processador:

# dmidecode -t 4| grep CPU
 Version: Intel(R) Core(TM) i7-4700HQ CPU @ 2.40GHz

Memória:

#dmidecode -t 17
# dmidecode 2.12
# SMBIOS entry point at 0x9cebef98
SMBIOS 2.7 present.
Handle 0x002B, DMI type 17, 34 bytes
Memory Device
 Array Handle: 0x002A
 Error Information Handle: 0x002F
 Total Width: 64 bits
 Data Width: 64 bits
 Size: 8192 MB
 Form Factor: SODIMM
 Set: None
 Locator: DIMM0
 Bank Locator: BANK 0
 Type: DDR3
 Type Detail: Synchronous
 Speed: 1600 MHz
 Manufacturer: Unknown
 Serial Number: 00000000
 Asset Tag: Unknown
 Part Number: 
 Rank: 2
 Configured Clock Speed: 1600 MHz

Resumidamente utiliza-se o comando dmidecode com direito de root precedido do parâmetro desejado conforme a tabelo:

          0   BIOS
          1   System
          2   Base Board
          3   Chassis
          4   Processor
          5   Memory Controller
          6   Memory Module
          7   Cache
          8   Port Connector
          9   System Slots
         10   On Board Devices
         11   OEM Strings
         12   System Configuration Options
         13   BIOS Language
         14   Group Associations
         15   System Event Log
         16   Physical Memory Array
         17   Memory Device
         18   32-bit Memory Error
         19   Memory Array Mapped Address
         20   Memory Device Mapped Address
         21   Built-in Pointing Device
         22   Portable Battery
         23   System Reset
         24   Hardware Security
         25   System Power Controls
         26   Voltage Probe
         27   Cooling Device
         28   Temperature Probe
         29   Electrical Current Probe
         30   Out-of-band Remote Access
         31   Boot Integrity Services
         32   System Boot
         33   64-bit Memory Error
         34   Management Device
         35   Management Device Component
         36   Management Device Threshold Data
         37   Memory Channel
         38   IPMI Device
         39   Power Supply

dicas01



Sexta
19 de Junho de 2015


face

tor no linux

Se você precisa de um navegador seguro e com suporte a navegação realmente anônima, veja aqui como instalar manualmente o navegador Tor no Linux.

Leia o restante do texto "Tor no Linux: veja como instalar manualmente"

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link: Tor no Linux: veja como instalar manualmente.



Segunda
15 de Junho de 2015


face

Double Commander

Precisando de um gerenciador de arquivos poderoso e cheio de recursos? Pois então experimente instalar o Double Commander no Linux e resolva seu problema.

Leia o restante do texto "Como instalar o Double Commander no Linux manualmente"

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link: Como instalar o Double Commander no Linux manualmente.



Sábado
13 de Junho de 2015


face

thunderbird no linux

Se você precisa ter a última versão do cliente de e-mail da Mozilla no seu sistema, veja aqui como instalar o Thunderbird no Linux manualmente.

Leia o restante do texto "Thunderbird no Linux: veja com instalar manualmente"

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link: Thunderbird no Linux: veja com instalar manualmente.



Sexta
12 de Junho de 2015



Quarta
10 de Junho de 2015


face

editor de vídeo Shotcut

Foi lançada recentemente mais uma versão de um dos melhores editores de vídeo para Linux. Se você quiser experimentar, veja a seguir como instalar o editor de vídeo Shotcut no Linux manualmente.

Leia o restante do texto "Como instalar o editor de vídeo Shotcut no Linux manualmente"

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link: Como instalar o editor de vídeo Shotcut no Linux manualmente.



Segunda
08 de Junho de 2015


face

IMG_20150519_153802566

No dia 21/05/2015 aconteceu a estreia AO VIVO do quadro Super Gêmeos no programa do GUGU na TV Record. O quadro consiste em apresentar os gêmeos univitelinos mais parecidos do Brasil utilizando a tecnologia de reconhecimento/biometria facial. Mas o problema proposto é inverso, pois todos os gêmeos apresentam uma alta taxa de falso positivo, ou seja todos os participantes apresentaram uma taxa acima de 99,94% (ou superior). grafico

Sendo assim o desafio foi encontrar as diferenças matemáticas entre as duplas de irmãos idênticos, resumidamente foi necessário trabalhar com a taxa de falso positivo e falso negativo para uma maior precisão no aspecto comportamental baseado na posição e/ou expressão.

Como consequência do problema proposto,o coeficiente da curva foi ajudado para aplicações de alta segurança para conseguir obter a dupla de irmão com mais distinção e por resultado final os menos parecidos. Para tal tarefa foi utilizado o Certiface que utiliza vários algoritmos em nuvem, junto a decisão em tempo real da rede neural MODOK da OITI TECHNOLOGIES.

Outro desafio foi conter a expectativa como também ficar atento a operação técnica, pois nada poderia dar errado. Como desenvolvemos o projeto inteiro, teríamos o domínio sobre o mesmo, assim permitindo alterações em tempo real com o programa ao vivo. Foi uma experiência peculiar, pois acredito que poucas pessoas diante um programa ao vivo se deparou com o peso da responsabilidade que assumimos neste dia em termos de exposição de um produto tecnológico ao vivo.

Pois tive que me preocupar com a minha postura, dicção com também com toda parte técnica. Por exemplo, se o microfone do apresentador falhar, o problema técnico não é dele. No meu caso tive que me preocupar com todo ecossistema. Mas graças a Deus deu tudo certo. para quem não assistiu, fica no final do post o vídeo:

Especificação técnica do projeto:

  • Motor Biométrico: Certiface da empresa OITI TECHNOLOGIES;
  • Sistema Operacional: OpenSUSE Linux 12.3 64 Bits;
  • Equipamento : Lenovo Y50 com processador i7 com 16GB de RAM;
  • Dispositivo de Captura: Intel® Perceptual 3D;
  • Motores computacionais: Biblioteca de Visão computacional openCV;
  • Linguagem C/C++ com programação multi-nuclear.

Link do Programa:



Segunda
25 de Maio de 2015



Quinta
21 de Maio de 2015


face

Those lines below are my notes to mount an remote folder through ssh, using sshfs [1] and building an encrypted container with encfs [2]. I’ll not explain in details how to install sshfs and encfs ’cause it dependes whether linux distribution or unix-like bsd flavor you’re running, furthermore, there are tons of documents on web convering these topics.

IMHO, this is a great solution to easily store securely your files in any remote host that you have access through ssh, using well known common unix tools.

1) Mount remote filesystem through ssh:

sshfs user@host:/full/path/dir/ /full/path/mount_point

It’s important to say that directory paths to use with sshfs and encfs should be given in the full form. I mean /home/user/mount_point and not ~/mount_point/. Also, if the user of remote server and local computer has differents uid/gid, you should tell that to sshfs using the flag -o (for more details read the manpages):

sshfs -ouid=1000 -ogid=1000 user@host:/dir/ mount_point

You can check if the remote folder is well mounted doing the df command or listing the files inside this folder. With a df you should seed see something like this:

host:/full/path/dir/ 459G 76G 384G 17% /full/path/mount_point

2) Build an encfs container:

encfs /full/path/mount_point/some_dir /full/path/temp_dir/

The encfs creation routine’s is self explanatory, so just follow the steps and answer accordingly. After this, you should see, with df -h:

encfs 459G 76G 384G 17% /full/path/temp_dir/

3) do the backup with rsync: <- This step is optional, you can copy or move the desired files/folders manually.
rsync -avz /some/dir /temp_dir/

4) When you're done with the encrypted container and remote file system, eventually, you should umount it. Especially if you're going to loose connection within it.

4.1) Umount encrypted container:

fusermount -u /temp_dir/

Umount remote filesystem:

fusermount -u mount_point

The steps to reconnect and remount the remote filesystem/container are the same above, except that when you call the encfs command, it will ask for your container’s password.

And that’s all!

References:

[1] http://fuse.sourceforge.net/sshfs.html
[2] http://www.arg0.net/encfs
[3] http://ubuntuforums.org/showthread.php?t=148600
[4] http://unix.stackexchange.com/questions/11117/groups-ssh-user-is-apart-of-dont-apply-on-sshfs


Sábado
16 de Maio de 2015


face

Desta vez, uma biografia. Só p/ interromper o ciclo de ficção científica, senão fica muito massante. Shania Twain foi uma das minhas "descobertas" na época da CMT (Country Music Television). O "sertanejo gringo". Junto com Reeba McEntire, Garth Brooks, Tracy Bird, Alan Jackson, entre outros. Mas ao contrário de personalidades como Chaplin, Hitler, Jobs e Disney, nunca me interessei por sua vida.


Sábado
09 de Maio de 2015


face

PicCollage_ASK

Tive uma experiência positivamente surpreendente com a ASK​ (@GrupoASKwww.ask.ind.br). Precisei de ajuda para conseguir substituir uma peça de um suporte do teclado da Maria Luiza Peixoto​ e me reportei ao “fale conosco” do site. A equipe da ASK, exatamente a Marina Nobre, não poupou esforços para me atender da melhor forma, mais atenciosa e cordial impossível. Buscou uma loja autorizada que fosse próxima à minha residência, indicando-me inclusive a pessoa com quem deveria tratar.

Na loja, chamada COPPITEL Eletrônica (110 sul), fui também atendida de forma cordial. Novamente fiquei surpresa ao saber que o item me foi enviado sem que houvesse custos adicionais. Como se não bastasse tudo isso, ao abrir a caixa, mais uma surpresa: uma carta, com direito a lacinho de fita, um belo texto de pedido de desculpas, valorizando o contato e lindamente concluindo com uma citação de Nietzsche: “Sem a música, a vida seria um erro.”

Incrível! Formidável! Parabéns ASK e Marina Nobre!

by Aniela Peixoto (@anielampm)


Quarta
06 de Maio de 2015


face

Terminei de ler o livro que foi base para o filme Blade Runner. Foi o segundo do meu ciclo de ficção científica, que espero que seja longo o suficiente pra me manter entretida. O primeiro problema que vejo é: não sei pra onde correr quando terminar de ler os clássicos. Algum autor contemporâneo desse gênero? Como não lembro muito bem do filme (tenho o péssimo hábito de assistir filmes deitada, o


Quarta
29 de Abril de 2015


face

Deixo aqui os meus agradecimentos a todos que sempre me apoiaram no desenvolvimento da tecnologia Certiface. Toda comunidade Linux/Software Livre e amigos em geral. No dia 21 de Abril de 2015, foi exibido o Certiface no programa do Gugu. É graficante ver o Certiface ser selecionado por uma emissora de TV.
Embora o Certiface são seja uma ferramenta livre, mas é todo baseado em Linux e também tem um propósito nobree, ou seja este serviço nasceu para proteger as pessoas do bem. Pois seu principal objetivo não permitir que pessoas mal intensionadas compre no seu nome com documento falsificado. Neste link, ( http://tinyurl.com/gugu-biometria ) esta disponível minha atuação no programa ao vivo, críticas e sugestões são bem-vindas, pois não crescemos somente com elogios.

gugu.email



face

Deixo neste post, um resumo do evento CONSOLINE. Um evento que contou com uma excelente infra-estrutura e uma equipe muito competente. Agradecimento em especial ao Diogenes Souza Leão da Fuctura que disponibilizou a oportunidade de ministrar a minha palestra sobre realidade aumentada neste evento.
O evento contou com diversas atividades diferenciadas com segurança com Davis Paiva, Cloud Computing com Rafael Peregrino, Monitoramento de Pacientes com Marcel Ribeiro, Power Linux IBM com Antônio Navarro, LibreOffice com Valdir Barbosa e Douglas Vigliazzi, IBM no NE com Claudinei Amaral e Robótica Livre com Henrique Foresti.

O principal objetivo deste texto, é divulgar o sucesso do evento para que o publico não perca a próxima edição no final de Outubro. Neste LINK informações sobre o evento, fotos e demais dados.

consoline2



Domingo
29 de Março de 2015


face

Concluído o material atualizado para a palestra no evento CONSOLINE. O assunto será sobre realidade aumentada, onde menciono técnicas utilizando visão computacional junto à computação gráfica, a Realidade Aumentada disponibiliza uma inovadora interação homem-máquina, onde os objetos virtuais introduzidos no ambiente real podem ser manipulados com as próprias mãos, proporcionando ao usuário uma interação inédita e atrativa. O Material da palestra, encontra-se AQUI, e a seguir um vídeo.



face

Não lembro se foi em 2013, mas depois de uns 10 anos parada devido à faculdade, voltei a fazer aulas de violino. Para tentar minimizar o problema do som ruim característico de iniciantes comprei um violino elétrico. Assim posso fazer a desgraça que for: quem estiver em redor vai ouvir um som muito baixo (e os vizinhos provavelmente são poupados até disso). Sim. Comprei um Stagg. Porque não



Domingo
01 de Março de 2015


face

spock

A seguir uma dica rápida de como instalar o Vulcan Chess em homenagem ao nosso eterno herói Spock.

Primeiramente efetue o download do código fonte:

$ ftp://ftp.nl.netbsd.org/vol/2/metalab/distributions/zenwalk/source/extra/games/vulcan/vulcan-0.92.tar.gz

Descompacte o pacote:

$ tar -zxvf ~/Downloads/vulcan-0.92.tar.gz
Entre na pasta, compile e instale e Pronto! Para finalizar um vídeo demonstrativo no final.
$ cd vulcan-0.92/
$ make
# make install



Sexta
27 de Fevereiro de 2015


face

Como tive dificuldade na instalação do Android com boot UEFI, fica aqui a dica de como instalar o Android 4.4.2 em computadores x86 com boot UEFI , o que faz muito sentido principalmente se o seu hardware carrega o recurso touchscreen. Primeiramente arrumei um pendrive de 8GB, após efetuei o boot do imagem adquirida na página oficial http://www.android-x86.org/ . Prossegui com a instalação normalmente, porém efetuei toda instalação no pendrive. Após terminar criei uma particição ext3 e copiei todo o conteúdo do pendrive (mountado em /mnt/android) com o sistema recém instalado para a nova partição como comando a seguir:

# rsync -vxaHD --delete /mnt/android-4.4-r2/ /android/

Agora basta incluir a entrada no grub2:

menuentry "Android KitKat 4.4.2 x86" --class android {
 set root=(hd0,gpt13)
 linuxefi /kernel root=/dev/sda13 androidboot.hardware=android_x86 SRC=/
 initrdefi /initrd.img
 }

E Pronto! AQUI também um vídeo demonstrativo…

android-x86-4.4.2-3

 



Sábado
03 de Janeiro de 2015


face

Esses dias minha mãe me pediu p/ imprimir todos os médicos conveniados da Itaipu, porque eles não enviam mais o livrinho impresso. P/ minha infelicidade, os dados são paginados e se você for fazer isso na mão, vai ter que ficar copiando, colando e formatando no editor de texto. Não, né.... Meu desespero começou quando vi que usam frameset na página. 1994 ligou e pediu o livrinho de HTML de volta


Quarta
24 de Dezembro de 2014


face

Passei o resto do ano sem muito assunto p/ ter o que escrever aqui. Pelo menos algo que possa ser interessante p/ alguém.Uma das partes boas do ano é que conheci e consegui manter algum contato com pessoas da área. Sendo mais específica, com o Júlio de Lima, após um curso que ele ministrou no SEBRAE. Isso p/ mim é um puta avanço porque, por exemplo, na Python Brasil em Curitiba passei pelo evento


Sexta
26 de Setembro de 2014


face

I wrote several months ago a little application called machPQ.py (I’ll open the code soon…) which calculates the active, reactive and also the apparent power in machine terminal’s over the time domain, for electromagnetic transients analysis. The files that this program have to crunch often have 1.E6 lines or more.



MANAUARA_PQFig. 1: All this work to generate this kind of images.


Due to those large files this application was taking long time to finish it’s calculations 1h-3h, hence I started to transcript it into a parallel paradigm using python as well.

The problem begins when I tried to benchmark the parallel version and compare with the single threaded one. The single threaded in some runs was being faster than the parallel version! That was driving me crazy! I don’t know why, but something told me that I should take a look at the processor state (my laptop is a Dell XPS 15 L502x with i7 processor).

And damn! I was right! With the turbo boost enabled [3] the computer running multiple threads got hotter faster and then slowed the clock speed, therefore being slower than the single thread version, or just slightly faster (depending on how hot the day was).

So, to disable the turbo boost, I used, from [1]:

# echo 1 > /sys/devices/system/cpu/intel_pstate/no_turbo

And then the magic happened! In this way, with the parallel version fighting in fair conditions with single thread version the expected results came up.

I’ll not do a long discussion over the data, but just to summarize:

  • When the code was running with turbo boost enable, the time needed to complete the simulation using the parallel version was only by 4.13 % smaller than the single threaded version (Simulation 1);
  • Now, with turbo boost disable, the non parallel version took 42.02 % more time time than the parallel version – Oh, yeah! – (Simulation 3);
  • Running the code into n-crap-vidia, with optimus [2], again, we got a nice speed up of 48.34 % (comparing the bigger time to the smaller) (Simulation 4);
  • The parallel code running directly into cpu (Simulation 3) took 2.61 % more time than into n-crap-vidia (Simulation 4). However, this mismatch is so small and I just performed a single simulation that it is not possible to verify any trend here;
  • The single thread version running with turbo boost enabled (Simulation 1) was 24.21 % faster than the single threaded version when turbo boost was disabled (Simulation 3);
  • The parallel version with turbo boost disabled (Simulation 3) was 8.77 % faster than the parallel version with turbo boost enabled (Simulation 1);

From the above analysis we can conclude:

  • This variable clock speed is a pain in the ass when doing benchmarks!!! Even disabling the turbo boost, the clock can also be reduced if the temperature is high;
  • As the major programs are still single threaded leaving the turbo boost enabled is a good idea;
  • For very demanding multiple process or multiple threaded programs

Quarta
04 de Junho de 2014


face

Vídeo que a minha namorada linda, Aniela (@anielampm), fez sobre transmissão de energia em meio comprimento de onda, apresentado como parte da avaliação da disciplina de pós-graduação da UNICAMP IA895: História e Filosofia em Engenharia Elétrica e de Computação – 1o. Semestre de 2014:

Parabéns, amor! Ficou sensacional!


Sábado
03 de Maio de 2014


Isis Binder: Link

10:56 UTC

face

Após 1 ano sem postar absolutamente nada, precisei "forçar" um pouco as coisas: - Tirei uma certificação (ISTQB CTFL); - Parei um pouco o desenvolvimento e estou me concentrando em criar um processo p/ a equipe de teste na empresa onde trabalho. A idéia é uniformizar o modus operandi e termos ferramentas e índices para não esquentarmos mais a cabeça com artefatos de qualidade questionável, como

Entradas de blog antigas ->