Bem-vindo ao Planeta openSUSE

Isto é um agregador de fontes de notícias que coleciona o que os contribuidores do openSUSE estão escrevendo em seus respectivos blogs.

Para ter seu blog adicionado a este agregador, por favor leia as instruções.



Terça
06 de Dezembro de 2016


face
Como instalar o Calibre no Linux de um jeito simples
Como instalar o Calibre no Linux de um jeito simples

Se você procura uma forma de gerenciar seus livros eletrônicos, experimente instalar o Calibre no Linux. O programa pode tornar o controle de seus e-books muito mais simples.

Leia o restante do texto "Como instalar o Calibre no Linux de um jeito simples"

Este texto saiu primeiro em Como instalar o Calibre no Linux de um jeito simples


face
Thunderbird no Linux: veja com instalar manualmente
Thunderbird no Linux: veja com instalar manualmente

Se você precisa ter a última versão do cliente de e-mail da Mozilla no seu sistema, veja aqui como instalar o Thunderbird no Linux manualmente.

Leia o restante do texto "Thunderbird no Linux: veja como instalar manualmente"

Este texto saiu primeiro em Thunderbird no Linux: veja como instalar manualmente


Segunda
05 de Dezembro de 2016


face
Como instalar a última versão do Netbeans no Linux manualmente
Como instalar a última versão do Netbeans no Linux manualmente

Se você precisa ter a última versão do Netbeans no Linux, veja aqui como fazer a instalação dessa IDE manualmente.

Leia o restante do texto "Como instalar a última versão do Netbeans no Linux manualmente"

Este texto saiu primeiro em Como instalar a última versão do Netbeans no Linux manualmente


face
Como instalar o cliente torrent FrostWire no Ubuntu, Debian, Fedora e derivados
Como instalar o cliente torrent FrostWire no Ubuntu, Debian, Fedora e derivados

Já experimentou várias opções de clientes torrents que citei aqui no blog e ainda não gostou de nenhum? Pois então conheça e veja como instalar o cliente torrent FrostWire no Ubuntu, Debian, Fedora e derivados.

Leia o restante do texto "Como instalar o cliente torrent FrostWire no Ubuntu, Debian, Fedora e derivados"

Este texto saiu primeiro em Como instalar o cliente torrent FrostWire no Ubuntu, Debian, Fedora e derivados


Sábado
03 de Dezembro de 2016


face
Como instalar o Google Play Music Desktop no Linux

Quer ouvir suas músicas do Google Play Music no seu PC? Então veja como instalar o Google Play Music Desktop no Linux e comece a usar o serviço no desktop.

Leia o restante do texto "Como instalar o Google Play Music Desktop no Linux"

Este texto saiu primeiro em Como instalar o Google Play Music Desktop no Linux


face
Assistir Netflix no Linux usando Firefox será possível em breve
netflix

Ainda tem dúvidas sobre assistir no Linux filmes e séries no mais famoso serviço de stream da atualidade? Então leia esse tutorial e veja como acessar o Netflix no Linux sem complicações, ou até como um app.

Leia o restante do texto "Como acessar o Netflix no Linux sem complicações ou como um app"

Este texto saiu primeiro em Como acessar o Netflix no Linux sem complicações


face
Como instalar o gerenciador de arquivos Sunflower no Linux
Como instalar o gerenciador de arquivos Sunflower no Linux

Procurando uma nova opção para administrar seus arquivos? Então veja como instalar o gerenciador de arquivos Sunflower no Ubuntu, Debian e derivados.

Leia o restante do texto "Como instalar o gerenciador de arquivos Sunflower no Linux"

Este texto saiu primeiro em Como instalar o gerenciador de arquivos Sunflower no Linux


Sexta
02 de Dezembro de 2016


face
Como instalar o leitor de PDF Foxit Reader no Linux
Como instalar o leitor de PDF Foxit Reader no Linux

Procurando uma opção leve ao Adobe Reader? Então conheça e veja como instalar o leitor de PDF Foxit Reader no Linux.

Leia o restante do texto "Como instalar o leitor de PDF Foxit Reader no Linux"

Este texto saiu primeiro em Como instalar o leitor de PDF Foxit Reader no Linux


Quinta
01 de Dezembro de 2016


face
Como instalar o jogo PlaneShift no Linux
Como instalar o jogo PlaneShift no Linux

Que tal experimentar um jogo online e disputar com milhares de jogadores em um mundo virtual dinâmico? Então conheça e veja como instalar o jogo PlaneShift no Linux.
Leia o restante do texto "Como instalar o jogo PlaneShift no Linux"

Este texto saiu primeiro em Como instalar o jogo PlaneShift no Linux


face
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal

Se você precisa gravar uma imagem ISO usando o Terminal, veja nesse tutorial como fazer isso e entenda um pouco mais sobre o processo.

Leia o restante do texto "Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal"

Este texto saiu primeiro em Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal


Terça
29 de Novembro de 2016


face
hp
Drivers da HP: Instale ou atualize o HPLIP

Se você tem alguma impressora, fax e scanner da HP e precisa de suporte para isso no seu sistema Linux, veja como instalar ou atualizar o HPLIP para versão mais recente e obter os drivers da HP.

Leia o restante do texto "Drivers da HP: Instale ou atualize o HPLIP"

Este texto saiu primeiro em Drivers da HP: Instale ou atualize o HPLIP no Linux


Domingo
27 de Novembro de 2016


face

Fica aqui um post (jogo rápido) de com acessar na linha de comando o serviço em nuvem da Amazon. Primeiramente instale o acdcli com o comento pip

 # pip3 install --upgrade --pre acdcli
Collecting acdcli
 Downloading acdcli-0.3.2-py3-none-any.whl (62kB)
 100% |████████████████████████████████| 71kB 1.4MB/s
Collecting python-dateutil (from acdcli)
 Downloading python_dateutil-2.6.0-py2.py3-none-any.whl (194kB)
 100% |████████████████████████████████| 194kB 1.7MB/s
Collecting colorama (from acdcli)
 Downloading colorama-0.3.7-py2.py3-none-any.whl
Collecting requests!=2.9.0,>=2.1.0 (from acdcli)
 Downloading requests-2.12.1-py2.py3-none-any.whl (574kB)
 100% |████████████████████████████████| 583kB 1.0MB/s
Collecting fusepy (from acdcli)
 Downloading fusepy-2.0.4.tar.gz
Collecting requests-toolbelt!=0.5.0 (from acdcli)
 Downloading requests_toolbelt-0.7.0-py2.py3-none-any.whl (52kB)
 100% |████████████████████████████████| 61kB 1.5MB/s
Collecting appdirs (from acdcli)
 Downloading appdirs-1.4.0-py2.py3-none-any.whl
Collecting six>=1.5 (from python-dateutil->acdcli)
 Downloading six-1.10.0-py2.py3-none-any.whl
Installing collected packages: six, python-dateutil, colorama, requests, fusepy, requests-toolbelt, appdirs, acdcli
 Found existing installation: requests 2.7.0
 Uninstalling requests-2.7.0:
 Successfully uninstalled requests-2.7.0
 Running setup.py install for fusepy ... done
Successfully installed acdcli-0.3.2 appdirs-1.4.0 colorama-0.3.7 fusepy-2.0.4 python-dateutil-2.6.0 requests-2.12.1 requests-toolbelt-0.7.0 six-1.10.0

Após a instalação execute o comando para iniciar o cliente

$ acd_cli init
For the one-time authentication a browser (tab) will be opened at https://tensile-runway-92512.appspot.com/.
Please accept the request and save the plaintext response data into a file called "oauth_data" in the directory "/home/cabelo/.cache/acd_cli".
Press a key to open a browser.

Pressione a tecla ENTER para o Browser abrir um link de autenticação. Após a digitação do login e senha, salve o arquivo oauth_data conforme a msg a seguir /home/cabelo/.cache/acd_cli/

acd_cli

Press a key if you have saved the "oauth_data" file into /home/cabelo/.cache/acd_cli

$ acd_cli sync
Getting changes......................
Inserting nodes.....................

Na ultima linha, comando acd_cli sync  foi utilizado para sincronizar os dados. e Pronto!



Quinta
24 de Novembro de 2016


face

aboutme

Existem maneiras mais inteligentes para que o seu blog e/ou portal obtenha um grande número de acessos, não é necessário gerar notícias sensacionalistas para ganhar publíco. É o que aconteceu com uma notícia distorcida em sites (NACIONAIS E INTERNACIONAIS), que seja por falta de conhecimento técnico ou proposital, nos últimos dias muitas pessoas me perguntaram sobre uma vulnerabilidade que mencionava sobre a quebra da criptografia do GNU/Linux com um único dedo.

Corroboro com a opinião do  Azevedo (obrigado), sobre o desprezo por pessoas que manipulam/distorcem informações na internet! A vulnerabilidade divulgada realmente é grave (CVE-2016-4484), pois esta relacionada ao pacote crytpsetup. Que por sua vez, POSSUÍA uma vulnerabilidade que permitia o acesso não autorizado ao filesystem durante o boot.

Resumidamente a falha no script /scripts/local-top/cryptroot, após pressionar a tecla ENTER por alguns segundos, o script fornece acesso ao Shell. Permitindo ao atacante injetar software malicioso no equipamento, apagar e copiar informações. Mas A CRIPTOGRAFIA NÃO FOI QUEBRADA, ou seja, os dados criptografados não são expostos ao atacante.

Uma vez que a frase senha não foi informada, os dados criptografados continuam protegidos, e como o Azevedo disse, a partição pode até ser copiada, mas se a senha seguiu as boas práticas (uma frase senha forte), a força bruta levará somente a idade do planeta Terra.

Não interessa para mim qual sistema operacional é mais ou menos seguro, EU CRESCI, E EVOLUI! Somos seres humanos dotados de falhas. Quando uma vulnerabilidade é descoberta, o espírito colaborativo da comunidade deve entrar em cena, ajudar na correção o mais breve possível e ajudar na divulgação da correção. Então fica a seguir a minha parte (Obrigado novamente Azevedo ).

Uma opção é inserir o parâmetro panic=5 no arquivo /etc/default/grubs do programa grub para forçar o restart ao invés do acesso ao shell:

# sed -i 's/GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="/GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="panic=5 /' /etc/default/grub
# grub-install

A correção é aplicar o patch a seguir ( cryptsetup_fix_CVE-2016-4484.patch ), ressalto que as distribuições já lançaram suas respectivas correções.

cryptsetup_fix_CVE-2016-4484.patch


--- a/scripts/local-top/cryptroot 2016-07-29 10:56:12.299794095 +0200
+++ b/scripts/local-top/cryptroot 2016-07-29 11:00:57.287794370 +0200
@@ -273,6 +273,7 @@

# Try to get a satisfactory password $crypttries times
count=0
+ success=0
while [ $crypttries -le 0 ] || [ $count -lt $crypttries ]; do
export CRYPTTAB_TRIED="$count"
count=$(( $count + 1 ))
@@ -349,12 +350,15 @@
fi

message "cryptsetup: $crypttarget set up successfully"
+ success=1
break
done

- if [ $crypttries -gt 0 ] && [ $count -gt $crypttries ]; then
- message "cryptsetup: maximum number of tries exceeded for $crypttarget"
- return 1
+ if [ $success -eq 0 ]; then
+ message "cryptsetup: Maximum number of tries exceeded. Please reboot."
+ while true; do
+ sleep 100
+ done
fi

udev_settle


Segunda
21 de Novembro de 2016


face

hololens01

hololens02hololens03

Durante Interopmix na trilha/laboratório de Realidade Ampliada, após ministrar a palestra sobre computação gráfica com Realidade Aumentada na Plataforma Linux, tive o prazer de testar ao vivo o HoloLens. Para os interessados, gravei um vídeo 360 graus para compartilhar com todos que não estavam presentes.

O HoloLens é um dispositivo completo, com telas translúcidas de alta definição, CPU, GPU e HPU (um chip holográfico dedicado).

HoloLens torna os sensores do Kinect brincadeira de criança, interpreta voz e os movimento das mão e braços dentro de um raio de 120 graus (vertical e horizontal). Fiquei também impressionado com o mapeamento tridimensional do equipamento, o que permite projetar imagens sobre obstáculos mapeados previamente.

map1

O HoloLens teve apoio dos técnicos da NASA no desenvolvimento, cujo principal objetivo é controlar remotamente robôs em outros planetas. A seguir um vídeo demonstrando a tecnologia.



Quarta
16 de Novembro de 2016


face

face_suse

Como de costume, disponibilizo os links 1-Click Install dos pacotes multimídia (codecs, encrypted DVDs e outros) do sistema openSUSE Leap 42.2. E também abaixo os links para o KDE e Gnome.

      
     

Nvidia GF8 ou superior/ Nvidia Legado
      
AMD 32 e 64 Bits

codecs
e Codecs



face

wide

Faltam poucas horas para tornar disponível o openSUSE Leap 42.2, entre algumas novidades, encontra-se o driver de vídeo Mesa Nouveau 3D empacotado separadamente em função de problemas causados junto ao KDE Plasma, para usuário de placa de vídeo mais recente da NVIDIA. Também existem evoluções nos snapshots do pacote Snapper no sistema de arquivos Btrfs.



Sábado
12 de Novembro de 2016


face

maia

Foi publicado oficialmente o resultado da eleição para a diretoria de LACNIC. No processo de eleição eletrônica o resultado prévio é conhecido dos votantes antecipadamente, porém somente pode ser considerado oficial após a auditoria da comissão eleitoral. Logo: Wardner Maia é eleito Presidente pela TERCEIRA vez para direção do LACNIC, que cuida da internet na América Latina

Sendo assim, deixo aqui neste post do Assunto Nerd, o meu mais sincero e oficial PARABÉNS para você meu amigo Wardner Maia, você levou na década de 90 a internet para Bebedouro, sempre propiciou apoiou aos meu projetos quando precisei e também vale a pena ressaltar que foi o primeiro à hospedar o CERTIFACE durante o nascimento deste produto/serviço. Me ajudou com os primeiros clientes para prover processamento em nuvem e hoje tenho orgulho de mencionar o quento me ajudou constante na jornada empreendedora.

Este Brasileiro e Bebedourense foi reeleito diretor do LACNIC, órgão sem fins lucrativos que gere os recursos de numeração para a internet na região da América Latina e Caribe. Atualmente, ele também é parte do Conselho Consultivo da Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint), mas já ocupou os cargos de presidente da Diretoria e presidente do Conselho.

“Maia, que hoje ocupa o cargo de presidente do LACNIC entende que os principais desafios dos próximos anos estarão relacionados ao esgotamento dos recursos de endereçamento IP e nas políticas que regem a estrutura da internet. ‘Estamos vivenciando em nossa região o que já acontece na Ásia há mais de três anos, pois não há mais endereços IPv4 suficientes para suprir a demanda. Temos que ter políticas adequadas de distribuição para enfrentar essa fase difícil e mais do que nunca temos um trabalho árduo para o incentivo da adoção do novo protocolo de IPv6’, aponta o diretor.

Outra questão relevante que se mostra como um desafio é a nova configuração da governança da internet resultante da aprovação de um novo modelo de estrutura que descentraliza a raiz do mundo online, diminuindo o controle dos processos por parte dos Estados Unidos. ‘No dia 30 de setembro, foi concluído um processo muito importante para a internet mundial. A supervisão das funções de IANA, antes delegada ao governo norte americano, agora é exercida por um sistema multistakeholder com a participação de toda a comunidade. Este foi um processo em que muitos se dedicaram por mais de dois anos e que queremos ver em pleno funcionamento daqui para diante’, coloca Maia.

Além disso, LACNIC deve seguir firmemente com sua missão de promover o desenvolvimento de uma internet aberta, estável e segura e principalmente mirando regiões que enfrentam situações sociais críticas.

LACNIC é uma organização internacional com sede em Montevideo, sendo um dos cinco registros de endereçamento de internet do mundo. A


Domingo
06 de Novembro de 2016


face

For some weird reason my skype doesn’t open normally within Ubuntu 16.04 since it miss a required library, throwing on my face the error below:

$ skype
skype: error while loading shared libraries: libGL.so.1: cannot open shared object file: No such file or directory

For a final solution, do:

Edit the file /etc/ld.so.conf.d/i386-linux-gnu.conf, as root:

$ sudo gedit /etc/ld.so.conf.d/i386-linux-gnu.conf

Add the following line to this file, save and close it:

/usr/lib/i386-linux-gnu/mesa/

Then, to finish it, update your systems libraries, as root:

$ sudo ldconfig

And that’s it, your skype should open without hassle now.

References
[1] – http://askubuntu.com/questions/555902/problems-after-installing-skype-4-3


Sexta
04 de Novembro de 2016


face

Quando um monitor touch screen é trincado, o curso do mouse fica perdido na tela se movimentando de um lado para o outro. Então fica a dica de como desabilitar a interface touch screen do seu notebook:

Primeiramente instale o pacote xinput

10345216105741

# zypper in xinput
Carregando dados de repositório...
Lendo os pacotes instalados...
Resolvendo dependências de pacote...

The following NEW package is going to be installed:
xinput

1 novo pacote para instalar.
Tamanho total do download: 47,9 KiB. Já em cache: 0 B. Após a operação, 134,2 KiB adicionais serão utilizados.
deseja continuar? [s/n/? mostrar todas as opções] (s): s
Recuperando pacote xinput-1.6.1-7.2.x86_64 (1/1), 47,9 KiB (134,2 KiB descompactado)
Recuperando: xinput-1.6.1-7.2.x86_64.rpm ................................................................................................................[CONCLUÍDO (568 B/s)]
Verificação de conflitos de arquivos: .............................................................................................................................[CONCLUÍDO]
(1/1) Instalando: xinput-1.6.1-7.2.x86_64 .........................................................................................................................[CONCLUÍDO]

Agora localize o ID do device (id 10 no meu caso)

# xinput list
⎡ Virtual core pointer id=2 [master pointer (3)]
⎜ ↳ Virtual core XTEST pointer id=4 [slave pointer (2)]
⎜ ↳<strong> SYNAPTICS Synaptics Touch Digitizer V04 id=10 [slave pointer (2)]</strong>
⎜ ↳ AlpsPS/2 ALPS DualPoint TouchPad id=14 [slave pointer (2)]
⎜ ↳ AlpsPS/2 ALPS DualPoint Stick id=15 [slave pointer (2)]
⎣ Virtual core keyboard id=3 [master keyboard (2)]
↳ Virtual core XTEST keyboard id=5 [slave keyboard (3)]
↳ Power Button id=6 [slave keyboard (3)]
↳ Video Bus id=7 [slave keyboard (3)]
↳ Video Bus id=8 [slave keyboard (3)]
↳ Power Button id=9 [slave keyboard (3)]
↳ Intel(R) RealSense(TM) 3D Camer id=11 [slave keyboard (3)]
↳ Intel(R) RealSense(TM) 3D Camer id=12 [slave keyboard (3)]
↳ AT Translated Set 2 keyboard id=13 [slave keyboard (3)]
↳ ThinkPad Extra Buttons id=16 [slave keyboard (3)]

Agora desabilite o device

# xinput disable 10 [/code

Pronto!



Quarta
02 de Novembro de 2016


face

dicas-android

Fica neste post a dica de como efetuar o download de múltiplos arquivos do seu celular Android na linha de comando com o utilitário adb:

# adb shell ls /sdcard/DCIM/Camera/* | tr '\r' ' ' | xargs -n1 adb pull

*** Atenção o caminho /sdcard/DCIM/Camera/* pode ser substituído por outra qualquer localização no file-system do Android.



Terça
25 de Outubro de 2016


face

Fica neste post a dica de como capturar vídeo utilizando o dispositivo de captura EasyCap USB.

A seguir os parâmetros com mencoder, repare que o device foi definido /dev/video2.

$ mencoder tv:// -tv driver=v4l2:input=0:normid=4:device=/dev/video2:alsa:amode=1:forcechan=2:audiorate=48000:adevice=hw.2,0:forceaudio:immediatemode=0  \
-ovc x264 -oac mp3lame -ofps 23.976 -of avi -o video.mp4

Para inserir um logo sobre o vídeo, basta utilizar o ffmpeg com o filtro overlay

$ ffmpeg -i video.mp4 -i logo.png \
-filter_complex "overlay=0:0" video-final.mp4

img_20160808_125153461



Sexta
23 de Setembro de 2016


face

celular

Fica neste post uma dica útil e sem macumbas técnicas. Veremos como utilizar o celular como um monitor estendido sem fio. O post tem como base um artigo que elaborei em 2013 no Viva O Linux (mas com algumas modificações conceituais).

Primeiramente devemos habilitar um monitor virtual  na resolução 800x600conforme as instruções a seguir:

$ xrandr --addmode VIRTUAL1 800x600

Agora configure para o monitor virtual ficar abaixo do monitor físico:

$ xrandr --output VIRTUAL1 --mode 800x600 --below eDP1

Se preferir ao lado direito, desconsidere os comandos acima e utilize as instruções abaixo.

$ xrandr --output VIRTUAL1 --mode 800x600 --right-of eDP1

Inicie o vnc server apenas no monitor virtual:

$ x11vnc -clip 800x600+0+1090 -notruecolor -loop

Pronto, agora basta utilizar um cliente VNC Android e conectar com a sua máquina recém configurada. Vejam o vídeo demonstrativo a seguir…



Quarta
07 de Setembro de 2016


face

Este curso irá abranger de forma prática os recursos básicos do programa de simulação de transitórios eletromagnéticos PSCAD/EMTDC.

O programa do curso cobre desde os conceitos básicos para o entendimento do programa, passando pela modelagem e simulação de sistemas elétricos até o uso de ferramentas para visualização de resultados. O treinamento tem um viés dinâmico alcançado através do uso da ferramenta de simulação.

Haverá duas turmas neste ano de 2016: 3-5/outubro e 28-30/novembro.

Maiores informações: Programa de Treinamento PSCAD/EMTDC 2016


Segunda
30 de Maio de 2016


face

Recebi o seguinte e-mail da UNICAMP:

Informamos que, por determinacao da CAPES, a partir do dia 06/05/2016 as Universidades Estaduais Paulistas passarao a ter acesso centralizado ao conteudo do Portal de Periodicos Capes somente pelo endereco: www.periodicos.capes.gov.br . Com isso, a unica forma de acesso sera pelo Portal de Periodicos. Outros buscadores (Google, Bing, sites das editoras, etc), nao mais funcionarao.

As opcoes de busca disponiveis no portal do SBU, nas abas todos, bases de dados, e-periodicos e e-books, que congregam os conteudos assinados tanto pela Unicamp quanto pela CAPES, estao sendo corrigidos e em breve estarao em pleno funcionamento.

Ressaltamos que o servico de acesso remoto (VPN) esta funcionando normalmente, desde que, para conteudos CAPES, as pesquisas sejam realizadas diretamente no Portal de Periodicos da Instituicao.

Em caso de duvida, procure a biblioteca de sua unidade ou fale com um dos nossos bibliotecarios pelo chat on-line.

Cordialmente,
Sistema de Bibliotecas da Unicamp

Dirigi-me, portanto, ao site da CAPES. Eis que encontro a seguinte mensagem:

O acesso aos conteúdos científicos exclusivamente pelo Portal de Periódicos tem como objetivo oferecer maior segurança da informação, evitando o uso indevido dos conteúdos e visando ao cumprimento das cláusulas contratuais firmadas pela Capes com os editores. Tais acordos proporcionam ao país uma economia significativa e garantia no acesso às publicações científicas.

Uso indevido de artigos científicos!? Como ler, distribuir e compartilhar? Será um efeito do @sci_hub?

A CAPES está de ‘brincanagem’.


Domingo
27 de Março de 2016


face

This a copy of the message that I tried to share with openSUSE user mail list (opensuse@opensuse.org) but I’ve got blocked :/

I’m writing this e-mail to share my experiences after a whole day using openSUSE Leap 42.1.

The installation was pretty easy and worked ok.

IMHO, the boot screen is awful. But it’s a taste thing, so nevermind.

Everything started to go down the hill after logging into KDE. Unfortunately, Plasma 5 is really broken, the desktop environment is so unstable that I’ve missed the panel, the krunner and/or, kwin multiple times. Working with two displays (multihead) was kind of impossible. The graphics and animations are jumpy and not smooth. It was taking forever to reboot and shutdown. I’ve tried also to update KDE with extras and applications repository. Things didn’t get any better.

Baloo was consuming all my disk I/O. I could only use the computer after ionice it to -c3.

I’ve left my post installation notes here [1].

Of course, that was my experience w/ Leap 42.1 w/ KDE. Maybe others had a different luck within it.

After all, I’ve came back to openSUSE 13.1. Well, if 13.1 will reach EOL at Nov/2016 [2], this means that if I want to keep using openSUSE I’ll have to jump on 13.2 bandwagon until the next 42.2 comes around [3]. And then, I’ll have two months [3] to check if 42.2 is a stable boat to jump in. Right?

What I didn’t get is: if Leap 42.1 were supposed to be a stable release, why it was shipped with this not-that-stable Plasma 5?

Best regards,

[1] – http://wiki.mattos.eng.br/wikka.php?wakka=openSUSEPostInstall
[2] – https://en.opensuse.org/openSUSE:Evergreen
[3] – https://en.opensuse.org/Lifetime


Leonardo M. N. de Mattos
www.mattos.eng.br

UPDATE 1: Eventually I’ve found the answer of this e-mail here. However, I don’t know for sure if I agree.


Quarta
16 de Setembro de 2015


face

É fato que não é viável manter o servidor X em nenhum servidor Linux, e seja lá qual for a distribuição, de preferência que ele nem esteja instalado. Os motivos são vários, um dos motivos é a economia de recursos e consequentemente uma melhor fluidez no servidor. Porem em alguns casos se torna necessário manter o X ativo, ainda mais quando os usuários da rede tem necessidade de fazer algum tipo


Segunda
07 de Setembro de 2015


face

Aqui vai uma dica legal pra você que instalou por exemplo, um software pelo PlayOnLinux, mas que então percebeu que não foi criado um atalho no Menu de aplicativos.

Calma…é bem simples resolver essa questão…

1- Clique com o botão direito em cima do ícone do Menu de aplicativos e selecione Editar Aplicativos.
2- Na janela que abrirá escolha o submenu desejado, neste caso, por exemplo vamos criar as entradas para o Microsoft Office no Submenu Suíte de Escritório.
3- Clique em novo Submenu na barra superior e escreva Microsoft Office
4- Clique em Novo item na barra superior

O PlayonLinux costuma criar atalhos na Área de Trabalho, então..

5- Clique com o botão direito do mouse em cima do atalho, no caso foi o Excel e, depois em Propriedade
6- Na janela que abriu, copie o conteúdo que está na caixa comando
imagem17- Volte no editor do Menu de Aplicativos e cole o que você copiou na caixa de Comando
imagem28- Na Caixa nome digite o nome do Aplicativo.
9- Para deixar o menu bacana, você inserir ícones, que por padrão o PlauonLinux utiliza a pasta ful_size, qua fica oculta na pasta do usuário. Você localizá-la asim: /home/SEU USUÁRIO/.PlayOnLinux/icones/full_size/
10- Eu costumo utilizar esta pasta para guardar os ícones dos aplicativos que eu for utilizar através de ma instalação feita com o PlayOnLinux.

Um abraço



Domingo
06 de Setembro de 2015


face

Nosferatu é o terceiro romance de Joe Hill, filho de Stephen King. Nessa história, Victoria cruza uma ponte interditada utilizando uma bicicleta (que mais tarde é substituída por uma moto). Através dessa ponte ela consegue encontrar objetos perdidos e ir a lugares que se mostrem necessários para cada momento de sua vida. Numa dessas travessias ela conhece uma menina chamada Margareth Leigh que


face

Vanevar Morgan é um engenheiro responsável por construir pontes bem famosas, como por exemplo, uma ligando o Marrocos à Espanha passando pelo Mar Mediterrâneo. Em uma de suas viagens, ele acaba indo p/ Taprobana (nome histórico p/ uma ilha no Oceano Índico) [sup]1[/sup], onde será construído um elevador espacial. Tipo esse daqui: Moravam nessa região os principes Kalidasa e Malgara. P/

Entradas de blog antigas ->