Bem-vindo ao Planeta openSUSE

Isto é um agregador de fontes de notícias que coleciona o que os contribuidores do openSUSE estão escrevendo em seus respectivos blogs.

Para ter seu blog adicionado a este agregador, por favor leia as instruções.


Quarta
17 de Janeiro de 2018


face
Como instalar a versão mais recente do VirtualBox no Linux

Se você usa o virtualizador desktop da Oracle e quer estar sempre com as últimas funcionalidades a sua disposição, veja nesse tutorial como instalar a versão mais recente do VirtualBox no Linux.

Leia o restante do texto "Como instalar a versão mais recente do VirtualBox no Linux"

face

Como desempacotar e descomprimir arquivos com unzip no Linux No tutorial anterior mostramos como trabalhar com o utilitário zip para empacotar e comprimir arquivos no Linux. Agora vamos mostrar o processo inverso, que é o desempacotamento e descompressão de arquivos zipados, utilizando para isso o comando unzip. Caso o utilitário unzip não esteja instalado em seu sistema, use seu gerenciador


face
Alternativa ao TrueCrypt - Como instalar o VeraCrypt no Linux

Se você está a procura de uma alternativa ao TrueCrypt, conheça um pouco mais e veja como instalar o VeraCrypt no Linux.

Leia o restante do texto "Alternativa ao TrueCrypt - Como instalar o VeraCrypt no Linux"

face
Como instalar o cliente Viber no Linux

Procurando por uma alternativa ao famoso WhatsApp? Experimente instalar o cliente Viber no Linux, seja em distribuições que suportem arquivos em formato DEB ou RPM.

Leia o restante do texto "Como instalar o cliente Viber no Linux"

face
Instalando a versão mais recente do digiKam no Ubuntu

Quem precisa de uma ótima ferramenta para administrar e editar suas fotos pode usar o digiKam. E para ter sempre a versão mais recente do digiKam no Linux, basta seguir este tutorial.

Leia o restante do texto "Instalando a versão mais recente do digiKam no Linux"

face
Lançado KDE Frameworks 5.42 para o KDE Plasma 5.12 LTS

O Projeto KDE anunciou a atualização mensal para janeiro de 2018 do pacote de software de código aberto KDE Frameworks 5, que será a base para o futuro ambiente KDE Plasma 5.12 LTS. Confira as novidades.

Leia o restante do texto "Lançado KDE Frameworks 5.42 para o KDE Plasma 5.12 LTS"

Terça
16 de Janeiro de 2018


face
Instale a última versão do MKVToolNix no Linux Ubuntu, Debian, Fedora e derivados

Se você tem arquivos no formato Matroska (.mkv), então precisa instalar o MKVToolnix para poder manipular esse tipo de arquivo. Por isso, veja como instalar a última versão do MKVToolNix no Linux Ubuntu, Debian, Fedora e openSUSE

Leia o restante do texto "Instale a última versão do MKVToolNix no Linux Ubuntu, Debian, Fedora e openSUSE"

face
Como instalar a versão mais recente do Redshift no Linux

Você está passando muitas horas na frente do PC a noite? Pois para ajudá-lo a dormir melhor depois disso, veja como instalar a versão mais recente do Redshift no Linux.

Leia o restante do texto "Como instalar a versão mais recente do Redshift no Linux"

face
Como instalar e ativar o OpenBox no XFCE

Se você usa o XFCE e quer usar um gerenciador de janelas minimalista e leve, veja como instalar e ativar o OpenBox no XFCE.

Leia o restante do texto "Como instalar e ativar o OpenBox no XFCE"

face
Como instalar um app Instagram no Linux manualmente

Se você quer usar o Instagram no Linux, veja como instalar o Ramme em qualquer distribuição, para ter um app Instagram no sistema do pinguim.

Leia o restante do texto "Como instalar um app Instagram no Linux manualmente"

face

O período de candidatura para as organizações que desejam participar do Google Summer of Code é agora, e o projeto do openSUSE voltou a procurar mentores que estão dispostos a apresentar projetos para orientar estudantes da GSoC.

As pessoas interessadas em enviar um projeto para GSoC como parte de uma equipe de mentores do openSUSE podem enviá-lo para https://github.com/openSUSE/mentoring/issues. As apresentações serão refletidas no openSUSE 101 e enviadas como parte de um pacote de orientação para o site oficial da GSoC.

"Se você tem um novo projeto para este ano, abra um novo problema para cada projeto imediatamente e rotule-o de acordo", disse Christian Bruckmayer, um mentor do openSUSE. "Se você tem um projeto em potencial, envie-nos um e-mail o mais rápido possível".

O prazo final é 23 de janeiro para enviar o pacote completo para a GSoC, disse Bruckmayer.

A linha de tempo completa da GSoC pode ser encontrada aqui em https://developers.google.com/open-source/gsoc/timeline.

O GSoC é um programa internacional que combina mentores e estudantes e financiou 1.315 projetos estudantis no ano passado para 201 organizações abertas. No ano passado, cinco alunos participaram da GSoC sob a equipe de organização do openSUSE.

Estudantes, mentores e projetos da GSoC se beneficiam do envolvimento ativo de novos mentores. Muitos estudantes anteriores da GSoC tornaram-se mais mentores na GSoC.

Envie um email para a equipe de mentores em gsoc-mentors@opensuse.org.

face
Instalando a versão mais recente do Sweet Home 3D no Linux

Foi lançada mais uma versão do aplicativo Sweet Home 3D, trazendo muitas melhorias e correções de bugs. Se você já é usuário ou quer experimentar esse programa, veja aqui como instalar a versão mais recente do Sweet Home 3D no Linux. Leia o restante do texto "Instalando a versão mais recente do Sweet Home 3D no Linux"


Segunda
15 de Janeiro de 2018


face
Como instalar o Google Play Music Desktop no Linux

Quer ouvir suas músicas do Google Play Music no seu PC? Então veja como instalar o Google Play Music Desktop no Linux e comece a usar o serviço no desktop.

Leia o restante do texto "Como instalar o Google Play Music Desktop no Linux"

face
Campanha Zealot Aproveita Exploits da NSA Para Distribuir o Monero Miner em Servidores Windows e Linux

Pesquisadores de segurança da F5 Networks detectaram uma campanha de malware sofisticada, controlada como campanha Zealot (após o nome zelote.zip de um dos arquivos ser descartado em servidores alvos), visando servidores Linux e Windows para instalação do minerador de criptomoeda Monero.

Leia o restante do texto "Campanha Zealot Aproveita Exploits da NSA Para Distribuir o Monero Miner em Servidores Windows e Linux"

face
Como instalar e usar o app de clonagem de partições Partclone

Se você procura uma forma de salvar e restaurar partições, conheça, veja como instalar e usar o aplicativo de clonagem de partições Partclone.

Leia o restante do texto "Como instalar e usar o app de clonagem de partições Partclone"

Domingo
14 de Janeiro de 2018


face


Uma nova revisão do que aconteceu na semana 02 de 2018 no openSUSE Tumbleweed a versão “rolling release” de atualização contínua da distribuição de GNU/Linux openSUSE.

O anúncio original você pode ler no blog de Dominique Leuenberger, no link abaixo:



Esta segunda semana do ano teve uma contagem de instantâneo um pouco menor que a primeira, com 4 instantâneos entregues esta semana (0104, 0106, 0107 e 0109). O próximo que virá (0110) provavelmente pedirá mais largura de banda para atualizar, mais falaremos mais sobre esse instantâneo mais tarde, na seção "itens por vir".

A última semana nos trouxe essas mudanças:

  • Linux Kernel 4.14.11 e 4.14.12;
  • LibreOffice 6 (RC1, mas com a interface KDE de volta, o que foi muito aguardado por muitos);
  • Atualização do firmware do kernel e do código inteligente;
  • Python 3.6.4;
  • LLVM 5.0.1;
  • KDE Frameworks 5.41.0;
  • Poppler 0.62;
  • cmake prefere python3 em python2 ao encontrar um intérprete.
Itens por vir:

  • MPFR 4.0 (ponto flutuante Multi-Precisão) no instantâneo 0110. Como esta biblioteca está tão profundamente aninhada no conjunto do compilador, uma reconstrução completa da distro foi acionada, o que resultará em uma atualização maior para você
  • Mesa 17.3.2, que vem com pacote reformulado (principalmente otimização de tempo de construção, alguma reorganização, nenhum efeito no tempo de execução esperado)
  • Bind 9.11.2
  • RPM 4.14.0
  • Rust 1.23.0
  • Librsvg2.42.0 - versão rustificada
  • Reimplementação do libstorage-ng da Equipe YaST.
 
Mantenha-se atualizado e você sabe divirta-se!!

Sexta
12 de Janeiro de 2018


face

Ontem dia 11 de Janeiro de 2018 o projeto KDE lançou a primeira atualização de estabilidade para as Aplicações do KDE 17.12

Esta versão contém apenas correções de erros e atualizações de traduções, portanto será uma atualização segura e agradável para todos.


As mais de 20 correções de erros registadas incluem as melhorias no Kontact, no Dolphin, no Filelight, no Gwenview, no KGet, no Okteta, no Umbrello, entre outros.


As melhorias incluem:
  • O envio de e-mails no Kontact foi corrigido para alguns servidores de SMTP
  • A linha temporal do Gwenview e as pesquisas por marcas foi melhorada
  • A importação de Java foi corrigida na ferramenta de diagramas de UML Umbrello
Para ter acesso a lista completa clique aqui.



face

O openSUSE tem o prazer de anunciar que o registro e a convocação de trabalhos para a conferência openSUSE 2018 (oSC18), que ocorre em Praga, República Tcheca, estão abertos.

As datas para a conferência deste ano serão de 25 de maio a 27 de maio na Faculdade de Tecnologias da Informação da Universidade Técnica Checa em Praga. A apresentação para a convocação de trabalhos estará aberta até 20 de abril. Há 99 dias a partir de hoje para enviar uma proposta, mas não espere até o final do horário. O registro será aberto hoje e vai  até o dia em que começa a oSC18; certifique-se de responder a pergunta da pesquisa sobre o tamanho da camiseta.
 
As apresentações podem ser enviadas em um dos seguintes formatos:
  • Debates relâmpagos  (15 mins)
  • Debates curtos (30 minutos)
  • Debates normais (45 minutos)
  • Workshop longos (3 horas)
  • Workshop curtos (90 minutos)

As faixas listadas para a conferência são:
  • openSUSE
  • Software livre
  • Nuvem e Contêineres
  • Sistemas embutidos
  • Desktop e aplicativos

Embora essas faixas possam ser refinadas para categorizar ou consolidar melhor os temas, as pessoas devem enviar propostas, mesmo que não pensem que se encaixa em uma das faixas.

Um Comitê do Programa avaliará as propostas com base nos resumos enviados e as propostas aceitas serão anunciadas até o dia 21 de abril.

Os voluntários que gostariam de participar no Comitê do Programa ou na Equipe Organizadora da conferência devem enviar um e-mail para ddemaio@suse.de e phodac@ suse.cz.

Visite events.opensuse.org para obter mais informações sobre oSC18.

Terça
09 de Janeiro de 2018


face


O que você precisa saber sobre a nova pacote de armazenamento (armazenamento-ng)

Alterações para o YaST estão chegando e as pessoas que usam o OpenSUSE Tumbleweed serão as primeiras a experimentar essas mudanças planejadas em um instantâneo que deverá ser lançado em breve.

Aqueles que seguem o blog do YaST Team podem ter sido lidos sobre as mudanças de implementação esperadas para libstorage-ng, que foram discutidas há quase dois anos. Libstorage é o componente usado pelo YaST; especialmente usado no instalador, o particionador e AutoYaST para acessar discos, partições, volumes LVM e muito mais.

Este componente de nível relativamente baixo tem sido uma fonte constante de dores de cabeça para desenvolvedores do YaST há anos, mas todo esse esforço está prestes a dar frutos. O design original tem falhas fundamentais que limitam o YaST de várias maneiras e a equipe do YaST vem trabalhando para escrever um substituto para ele: a era do libstorage-ng começou.

Este documento oferece uma visão incompleta, mas muito ilustrativa, das novas coisas que o libstorage-ng permitirá no futuro e as limitações de libstorage que permitirá deixar para trás. Por exemplo, já é possível instalar um sistema totalmente criptografado sem LVM usando a proposta automática e lidar com sistemas de arquivos muito melhores colocados diretamente em um disco sem particionamento. No futuro curto, permitirá gerenciar completamente os sistemas de arquivos multi-dispositivos do Btrfs, o bcache e muitas outras tecnologias que eram impossíveis de acomodar no sistema antigo.

O que há de novo, aqui mesmo agora

Reescrever libstorage com uma nova abordagem significa que todos os outros componentes que se encontram no topo também devem ser adaptados ou reescritos para aproveitar os novos recursos. Juntamente com a substituição do libstorage com libstorage-ng, o módulo de armazenamento yast2 será substituído pelo yast2-storage-ng, que oferece uma re-implementação de quase tudo relacionado ao armazenamento no YaST.

Nova proposta de particionamento durante a instalação

Os tempos em que uma partição de raiz, uma troca de um tamanho predefinido e uma partição Home separada opcional foram suficientes para satisfazer todos os casos de uso de Linux desapareceram. Atualmente, a SUSE e a comunidade openSUSE produzem muitos produtos para cenários que vão além dos paradigmas clássicos de servidor e desktop, como SLES4SAP, SUSE CaaSP ou openSUSE Kubic.

A nova proposta permite maior controle para aqueles que criam produtos e sabores com base em SLE ou openSUSE e oferece mais possibilidades aos usuários (como criptografar partições sem necessidade de usar LVM, algo amplamente solicitado pela comunidade). Mas com grande poder é uma grande responsabilidade e, muito provavelmente, levará alguns instantâneos para ajustar completamente os novos aspectos configuráveis ​​da proposta para combinar com os requisitos do Tumbleweed precisamente.

Os usuários de Tumbleweed experimentarão esta implementação e ajustes, então esteja atento a esses ajustes graduais que ocorrem com o

Segunda
08 de Janeiro de 2018


face

Disponibilizado no VIVA O LINUX um artigo onde veremos como experimentar o novo recurso ARCore, que estará disponível nas próximas versões do Android. Esta tecnologia tem como principal diferencial  permitir identificar e projetar um objeto 3D em qualquer superfície sem a necessidade do uso de um marcador. Veja como teste a tecnologia na integra AQUI,  QUE INICIALMENTE ESTA DIPONÍVEL  OS DISPOSITIVOS Pixel ou Galaxy S8. Mas o Google espera atingir 100 milhões de dispositivos compatíveis em breve, pois existe o envolvimento da Samsung, Huawei, LG e Asus no projeto.

arcore


face


O GeckoLinux é uma distribuição baseada em openSUSE que possui pacotes não-gratuitos que são foram encontrados nos repositórios padrão do openSUSE. 

Após um atraso considerável, tenho o prazer de anunciar uma atualização importante para as séries GeckoLinux Static e NEXT.

Há várias melhorias importantes refletidas neste lançamento, principalmente resultantes de um novo sistema de compilação.

Esta última versão da distribuição, o GeckoLinux 423, usa um novo sistema de compilação, chamado Kiwi.
 
Graças a Kiwi, o GeckoLinux possui as seguintes melhorias: 

  • Arranque mais suave e confiável;
  • Ecrã inicial durante a inicialização do sistema ao vivo;
  • Melhor detecção de hardware, especialmente lançamento do Xorg com determinadas placas gráficas problemáticas;
  • Não há mais senhas de entrada para a conta de usuário da sessão Live;
  • Persistência USB ao vivo - GeckoLinux agora pode ser usado como um excelente sistema operacional portátil, não apenas como um meio de instalação;
  • Processo e estrutura de construção ISO mais limpa que está mais em linha com o openSUSE.
 
A nova versão também inclui um repositório contendo drivers NVIDIA, habilitado por padrão. 

Mais informações podem ser encontradas nas notas de lançamento do projeto.


Para ler mais sobre o GeckoLinux e como é semelhante e diferente do openSUSE, ou para baixar as novas versões GeckoLinux Static 423.180105, visite o site GeckoLinux em http://geckolinux.github.io.

Sábado
06 de Janeiro de 2018


face

Empacotamento e compressão de arquivos com zip Existem vários utilitários que podem ser utilizados para empacotar e compactar arquivos no Linux usando a linha de comandos. Neste tutorial vamos abordar o utilitário zip para realizar essas tarefas com arquivos em seu sistema. É possível que sua distribuição não traga o utilitário zip instalado por padrão. Neste caso, instale-o utilizando


face

Uma nova revisão do que aconteceu na semana 01 de 2018 no openSUSE Tumbleweed a versão “rolling release” de atualização contínua da distribuição de GNU/Linux openSUSE.

O anúncio original você pode ler no blog de Dominique Leuenberger, no link abaixo:

http://dominique.leuenberger.net/blog/2018/01/review-of-the-week-2018-01/

O ano começou com um grande estrondo. Seja como for, desde a última revisão, houve 7 instantâneos lançados (2017 1228, 1229, 1230, 1231, 2018 0101, 0102 e 0103) ou que as notícias estão cheias de relatórios sobre problemas de segurança. Esperemos que possamos manter a taxa de lançamentos de instantâneos (não poderemos mantê-lo durante todo o ano, 7 em uma semana significa que não tenho fins de semana).
Os 7 instantâneos continham os interessantes fragmentos:
  •     Evolução 3.26.3
  •     Kernel do Linux 4.14.9
  •     AppArmor 2.12
  •     KDE Plasma 5.11.5
Alguns instantâneos foram um pouco menores do que outros, mas a temporada de férias traz isso como consequência. Mas os estágios estão cheios de coisas acontecendo:
  •     Linux Kernel 4.14.11 (incluindo correções para Meltdown, no instantâneo 0104);
  •     RPM 4.14;
  •     LibreOffice 6.0; Isso alcançou a qualidade RC, que o mantenedor declarou "apto para uso" (os usuários do KDE receberão a UI baseada em KDE4 de volta);
  •     Estruturas KDE 5.41;
  •     Mudança de lógica CMake: versões favoritas do Python serão favorecidas (ou seja, python3);
  •     Reimplementação do libstorage-ng da Equipe YaST.

Isso promete ser um momento interessante à nossa frente.

Mantenha-se atualizado e você sabe divirta-se!!

Sexta
05 de Janeiro de 2018


face





Esta semana o canal do YouTube da Comunidade do KDE divulgou uma pequena prévia do que a nova versão do ambiente de trabalho do KDE Plasma 5.13 nos oferecerá.


Por enquanto, funciona com Chrome e Chromium, mas no futuro também deve funcionar com o Firefox.

O Plasma 5.13 oferecerá uma melhor integração com o navegador, desta forma, e por pouco mais de um minuto, veremos que o navegador da Web terá uma ótima integração nesta décima terceira versão.

Algumas das melhorias que teremos:

  • Controle multimídia (pausa, continuação e silêncio) de música em uma janela de navegador minimizada.
  • Melhorias nas notificações do navegador, por exemplo, monitoramento de downloads.
  • Procura de guias usando Krunner:



Agora e só esperar esta nova versão que ainda não tem data de lançamento definida para usufruir desta novidade.

face

Como usar a Lixeira na linha de comandos do Linux O utilitário trash-cli fornece uma lixeira para a linha de comandos no Linux. Desta forma, é possível excluir arquivos, sem no entanto apagá-los permanentemente do sistema - ao menos até que a lixeira seja limpa. No geral, essa aplicação não é instalada por padrão, por isso é provável que você tenha de instalá-la usando o gerenciador de


Quinta
04 de Janeiro de 2018


face



Foram descobertas duas vulnerabilidades graves nos chips da Intel,  ambas permitem que usuários maliciosos obtenham informações sensíveis ao acessar à memória base do chips. 

Meltdown, consegue remover com sucesso a barreira entre as aplicações do utilizador e as partes sensíveis do sistema operacional. 

Spectre, também encontrada em chips AMD e ARM, pode fazer com que aplicações mais vulneráveis publiquem os conteúdos da sua memória.

Segue na integra a publicação do
Marcus Meissner e da equipe de segurança do openSUSE. 
Olá pessoal

Até agora você provavelmente já ouviu falar sobre o novos canais de ataque "Spectre" e "Meltdown" contra os atuais processadores.

O openSUSE, assim como quase todos os outros sistemas operacionais atuais, é afetado por estes problemas.

Para o SUSE Linux Enterprise postamos estas informações técnicas em paginas e blogs que em suas descrições também combinam o openSUSE, então eu não duplicaria
toda esta informação:

 https://www.suse.com/c/suse-addresses-meltdown-spectre-vulnerabilities/

https://www.suse.com/support/kb/doc/?id=7022512


Os engenheiros da SUSE estão trabalhando com outros sistemas operacionais e de  fornecedores de hardware para preparar pacotes para mitigar essas falhas nas últimas semanas e  preparando as atualizações.

Como o embargo foi levantado ontem à noite, agora também podemos iniciar as atualizações do openSUSE.

Para o openSUSE Leap 42.2 e 42.3, temos a vantagem de que a base de códigos do kernel é compartilhada entre o SUSE Linux Enterprise 12 SP2 e SP3 respectivamente, de modo que o trabalho consistiu principalmente na simples fusão de filiais git.

As atualizações do kernel do openSUSE Leap 42.2 e 42.3 estão atualmente sendo criadas
e uma vez que tenham passado pela verificação rápida do openQA  elas serão lançados.

Para o openSUSE Tumbleweed, abrimos patches no Linux Kernel 4.14
e uma apresentação contra os projetos da fábrica foi feita.

Aqui também será executado uma breve verificação pelo openQA e será lançado para os nossos usuários Tumbleweed nos próximos dias.

Além disso, essas atualizações são acompanhadas também por ucode-intel, kernel-firmware e qemu atualizações necessárias para uma variante do ataque Spectre.

Saudações,
Fonte: https://news.opensuse.org/2018/01/04/current-status-opensuse-and-spectre-meltdown-vulnerabilities/ 


face

Firefox2017

O bug dos processadores Meltdown e Spectre podem serem explorada em javascript via browser. Mas a Mozilla mitigou o problema, apresentando uma solução temporária ja na sua versão Quantum FIREFOX 57. Já os usuarios dos demais Browser devem aguarda a correção…


face

Na terça feira dia 2 de janeiro de a comunidade KDE lançou uma atualização Bugfix para o KDE Plasma 5, versão 5.11.5. O Plasma 5.11 foi lançado em janeiro com muitos aprimoramentos de recursos e novos módulos para completar a experiência da área de trabalho.


Este lançamento adiciona três semanas de trabalho cocadas em novas traduções e correções realizados contribuidores do KDE. As correções de erros geralmente são pequenas, mas importantes e incluem:
  • Corrigido um ícone ausente no applet do appmenu;
  • Melhor gerenciamento de erros em Discover;
  • Melhor suporte GTK para o tema Breeze;
  • Corrigido um crash no da tela no wayland


Link da noticia:


Log de mudanças:

face

Nesta madrugada de quinta-feira, me deparei com a notícia catastrófica, que menciona sobre uma falha gravíssima que afeta QUASE TODOS processadores (Intel, AMD, POWER 8, POWER 9, IBM System z, and ARM ) das últimas duas décadas. Resumindo, começaremos 2018 com um backdoor universal, no nível do hardware. E aparentemente de depois de tudo que li (se não entendi errado), a solução (gambiara) trará queda de desempenho e como consequência aumento nos custos no mundo da computação. Algumas pessoas já receberam email da AWS, referente a manutenção no dia 5 de janeiro, tudo isto acredito eu para evitar danos aos hospedeiros.

Acabo concluindo que  para mantermos o desempenho atual  em nossos sistemas, teríamos que aumentar a quantidade de processamento dentro do eco sistema afetado após a atualização de patch. E inevitavelmente este aumento impacta em custos.

O imenso problema  permite a exploração desta falha em javascript, aplicações de banco de dados e outros. O problema na integra consistem na leitura das áreas de memória  protegidas  do kernel. Então esta falha exposição de informações sensíveis como senhas e credenciais.

A correção baseada em isolação do kernel, o torna invisível ao processo que está em execução. Isto não seria necessario se o BUG não existisse. o Impacto deste isolamento é o CUSTO COMPUTACIONAL, pois gerenciar esta alternância entre espaços distintos para cada chamada do sistema, força o processador limpar o cache e diminuir o desempenho de qualquer equipamento.

A seguir, o impacto do patch aplicado em maquinas AWS EC2 rodando Linux . Fonte: https://twitter.com/timgostony/status/948682862844248065

Screenshot_20180104_041205

A seguir um exploração da falha como prova de conceito. Vejam a gravidade do problema:


face

limpeza-disco

Ganhei 15G de espaço em disco com 2 comandos e decidi postar aqui para não esquecer:

$ rm /var/lib/systemd/coredump/*
$ journalctl --vacuum-time=1d

ou

$ journalctl --vacuum-size=500M

Entradas de blog antigas ->